Leite diz que não trabalha neste momento com perspectiva de ser candidato a vice-presidente

Ex-governador gaúcho disse à CNN que não participa das articulações nacionais e que está focado neste momento no Rio Grande do Sul

Gustavo Uribeda CNN

Ouvir notícia

O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite disse à CNN que não trabalha neste momento com a perspectiva de ser candidato a vice-presidente.

Com a saída de João Doria da disputa presidencial, o nome do gaúcho vinha sendo defendido por caciques tucanos como uma alternativa para uma dobradinha com a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

Em mensagem enviada à CNN Brasil, e posteriormente compartilhada nas redes sociais, Leite disse que agora está focado no Rio Grande do Sul e não participa de articulações nacionais.

“É natural que se encaminhe a discussão de apoio a Simone [Tebet]. Mas o PSDB precisa aprofundar a discussão com o MDB sobre o projeto para o país e como se dará essa construção. Confio que chegaremos a um denominador comum”, disse.

Leite afirmou ainda que confia que os dirigentes tucanos “saberão construir unidade no partido e com outras agremiações”.

“Terão a minha parceria para isso”, salientou. Segundo aliados do gaúcho, hoje ele está mais inclinado a ser candidato ao governo do Rio Grande do Sul.

As pesquisas internas do PSDB apontam um cenário favorável a uma reeleição.

Além de Leite, são considerados para o posto de candidato a vice-presidente o senador Tasso Jeiressati (CE) e o deputado federal Aécio Neves (MG).

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Fotos – os pré-candidatos à Presidência

Mais Recentes da CNN