Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lira se recupera de cirurgia e não vai à China com Lula

    Presidente da Câmara passou por cirurgia para correção de hérnia umbilical e deve ficar em repouso pelos próximos 10 dias

    Luciana Amaralda CNN

    em Brasília

    O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), passou por uma cirurgia para a correção de hérnia umbilical e a recomendação é que fique de repouso por 10 dias, segundo boletim médico divulgado neste sábado (7).

    Dessa forma, ele não vai compor a comitiva da viagem do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), à China, a partir da próxima terça (11), confirmou sua assessoria.

    Boletim médico do Hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or, em São Paulo, afirma que Lira foi submetido a uma cirurgia para correção de uma hérnia umbilical na quarta-feira (5). Ele recebeu alta no dia seguinte e “encontra-se bem”, diz.

    Por recomendação médica, “deverá permanecer em repouso nos próximos dez dias devendo evitar viagens de longa duração e atividades extenuantes”, acrescenta.

    Antes mesmo da nova data da viagem presidencial à China, remarcada por causa de uma pneumonia de Lula, Lira indicava que não acompanharia Lula ao país asiático.

    O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), Casa com a qual Lira tem travado disputa em relação à tramitação de Medidas Provisórias (MPs), deve compor a comitiva.

    A expectativa é de que a próxima semana seja movimentada no Congresso Nacional, especialmente com a instalação prevista de ao menos quatro comissões mistas para as análises das primeiras MPs editadas por Lula.

    O impasse em relação à tramitação de novas MPs, contudo, ainda não tem solução definitiva.