Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula anuncia ministros, Brasil nas quartas da Copa e mais de 9 de dezembro

    Presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deverá anunciar nesta sexta-feira (9) o anúncio de parte de sua equipe ministerial para o próximo governo, que terá início em janeiro de 2023

    Luiz Inácio Lula da Silva, presidente eleito
    Luiz Inácio Lula da Silva, presidente eleito André Pera/Pera Photo Press/Estadão Conteúdo

    CNN Brasil

    A expectativa para o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciar os primeiros ministros de sua equipe ministerial para 2023, e o jogo da Seleção Brasileira contra a Croácia pelas quartas da Copa do Mundo estão entre os destaques desta sexta-feira (9).

    Lula prepara anúncio de ministros nesta sexta-feira (9); veja os cotados

    O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deverá anunciar nesta sexta-feira (9) o anúncio de parte de sua equipe ministerial para o próximo governo, que terá início em janeiro de 2023. A informação de que a divulgação será feita hoje foi dada pela presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann.

    O anúncio deverá ocorrer a partir das 10h15, durante uma entrevista coletiva convocada pelo presidente eleito no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede da transição de governo, em Brasília.

    A expectativa é de que sejam confirmados os titulares de seis ministérios. Veja os cotados:

    • Fazenda: Fernando Haddad (PT)
    • Defesa: José Múcio Monteiro
    • Casa Civil: Rui Costa (PT)
    • Justiça e Segurança Pública: Flávio Dino (PSB)
    • Meio Ambiente: Marina Silva (Rede)
    • Relações Exteriores: Mauro Vieira

    Copa: O que você precisa saber sobre o jogo entre Brasil e Croácia nesta sexta

    A Seleção Brasileira enfrenta a Croácia nesta sexta-feira (9), ao meio-dia (horário de Brasília), em busca por uma vaga na semifinal da Copa do Mundo do Catar. A partida será disputada no estádio Cidade da Educação e abre a fase de quartas de final.

    Clique aqui para acompanhar o jogo em tempo real.

    Para o jogo, o técnico Tite deverá fazer alguns improvisos para substituir os titulares lesionados. O lateral-esquerdo Alex Sandro tem poucas chances de voltar ao time titular do Brasil. Mesmo participando do treino desta quinta-feira (8), o lateral-esquerdo deve começar no banco. O lateral-direito Danilo deverá jogar na esquerda e o zagueiro Éder Militão improvisado na direita.

    Se o panorama permanecer, a escalação deverá ser a mesma da goleada contra a Coreia do Sul, por 4 a 1, nas oitavas de final, com Alisson, Danilo, Thiago Silva, Marquinhos, Éder Militão, Casemiro, Neymar, Lucas Paquetá, Vinícius Júnior, Richarlison e Raphinha.

    STF retoma julgamento que pode tirar Sérgio Cabral da cadeia

    Começa nesta sexta-feira (9), no plenário virtual da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o julgamento de dois processos que podem tirar Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, da cadeia. Caso o político saia vitorioso, ele segue para a prisão domiciliar após seis anos em regime fechado.

    Cabral é o único político de peso denunciado na Operação Lava Jato que continua em um presídio. Atualmente, está no Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

    A Segunda Turma do STF interrompeu a análise no mês de outubro, após um pedido de vista do ministro André Mendonça. Os processos foram liberados para pauta no último dia 28, agendados para análise virtual entre hoje e a próxima sexta-feira (16).

    Pacheco diz que Senado manteve “essência” de PEC e espera aprovação na Câmara

    O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta quinta-feira (8) que, apesar de não ter conversado com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), após a aprovação da PEC do Estouro, acredita que o texto será ratificado pelos deputados na próxima semana.

    Segundo Pacheco, apesar de os pontos alterados no Senado não terem passado por conversas detalhadas com os líderes da Câmara, a “essência” da PEC foi mantida pelos senadores, viabilizando o espaço fiscal para a manutenção e o incremento do Auxílio Brasil no ano que vem.

    Pelo texto da PEC, o programa social, que deve voltar a se chamar Bolsa Família, terá valor mínimo de R$ 600, com adicional de R$ 150 para cada criança de até seis anos na família beneficiada.

    Moraes liberou redes sociais de bolsonaristas após pedido protocolado por Lira

    O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), usou diversos argumentos em pedido enviado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que as contas nas redes sociais de atuais deputados e deputados eleitos fossem desbloqueadas.

    Foi após o pedido protocolado por Lira que o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, determinou, nesta quinta-feira (8), que as plataformas liberem as contas de perfis de deputados que publicaram fake news contra as urnas eletrônicas.

    No documento, o presidente da Câmara diz que as eleições gerais de 2022 “demonstram a solidez da democracia brasileira, das instituições do País” e ainda destaca que foi a Casa “a primeira dentre os Poderes a reconhecer o resultado da eleição no segundo turno e cumprimentar o presidente eleito. “Tal manifestação demonstra o empenho com a defesa da Ordem Democrática e do Estado de Direito realizado pelo presidente da Casa Legislativa, bem como o compromisso com a ordem constitucional e o respeito ao Poder Judiciário.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

    * Publicado por Léo Lopes