Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula chama de “animal selvagem” homem acusado de agredir Moraes

    Em Woma, ministro foi hostilizado e filho, agredido, segundo a Polícia Federal; autoridades investigam o caso

    Da CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou o homem acusado de agredir o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de “animal selvagem” durante uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (19).

    “Precisamos punir severamente pessoas que ainda transmitem ódio, como o cidadão que agrediu o ministro Alexandre de Moraes no aeroporto de Roma. Um cidadão desse é um animal selvagem, não é um ser humano”, disse.

    “O cidadão pode não concordar com a pessoa, mas não tem que ser agressivo, não tem que xingar, desrespeitar”, acrescentou.

    “Essa gente que renasceu no neofascismo colocado em prática no Brasil tem que ser extirpada, e vamos ser muito duros com essa gente para eles aprenderem a ser civilizados. Queremos paz, trabalho, emprego, educação, saúde e viver bem, é isso que o Brasil quer e simboliza e é isso que vai acontecer no Brasil”, completou o presidente.

    VÍDEO – Caso Moraes: PF cumpre mandados na casa de acusados

     

    Na última sexta-feira (14), Moraes foi alvo de atos hostis no Aeroporto Internacional de Roma. A Polícia Federal (PF) investiga os suspeitos brasileiros. Ao menos três pessoas foram ouvidas pela corporação.

    Além disso, também foi realizada busca e apreensão em endereços ligados ao empresário Roberto Mantovani Filho, em Santa Bárbara D’Oeste, no interior de São Paulo, conforme revelou Caio Junqueira, analista de Política da CNN.

    Roberto Mantovani e seus familiares são suspeitos de estarem envolvidos nos atos contra o magistrado, tendo prestado depoimento.

    (Publicado com Marina Toledo, com informações de Gustavo Zanfer)