Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula convoca reunião para discutir tensão entre Venezuela e Guiana

    Presidente deve se encontrar com Mauro Vieira e Celso Amorim ainda nesta quarta (6)

    Marina Demorida CNN em Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai se reunir ainda nesta quarta-feira (6) com o ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, e com o assessor especial para assuntos internacionais Celso Amorim. Na pauta, está a disputa entre Venezuela e Guiana pela região de Essequibo.

    O aumento da tensão entre os dois países, que fazem fronteira com o Brasil, tem forçado o governo brasileiro a se posicionar e tomar medidas de segurança para garantir que tropas estrangeiras não avancem sobre o território nacional. O encontro de Lula com seus auxiliares deve reforçar a posição do Brasil frente ao conflito.

    As últimas medidas adotadas por Nicolas Maduro, presidente da Venezuela, como a divulgação de um novo mapa do país que inclui o território que pertence à Guiana, e a nomeação de um governador para Essequibo, aumentaram ainda mais o alerta brasileiro. Segundo fontes do Itamaraty, a avaliação é de imprevisibilidade sobre quais serão as próximas ações de Maduro. Por isso, o momento é de cautela.

    Também existe o receio do envolvimento de outros países, como os Estados Unidos, que podem se movimentar em defesa da Guiana.

    No Palácio do Planalto está claro que o presidente Lula não quer se envolver no conflito e busca uma resolução pacífica entre os países. Na próxima sexta-feira(08), uma nova reunião está prevista entre Lula e o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, que coordena a atuação do exército em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela.