Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula deve parar nos Emirados Árabes na volta da China

    Cestino chama a atenção por causa do escândalo envolvendo as joias que teriam sido presenteadas a Jair Bolsonaro (PL) pela Arábia Saudita

    Raquel Landim

    O presidente Lula deve visitar os Emirados Árabes Unidos na volta da sua viagem à China. Segundo fontes do Itamaraty, o convite foi feito e deve ser aceito.

    O destino chama a atenção por causa do escândalo envolvendo as joias que teriam sido presenteadas ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pela Arábia Saudita.

    A combinação, no entanto, de visitas à Ásia e ao Oriente Médio costuma ser comum pela disposição geográfica.

    Em 2019, Bolsonaro esteve no Japão, na China, e depois na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes Unidos.

    Na China, Lula vai se encontrar em Pequim no dia 28 de março com o líder máximo do regime comunista, Xi Jiping, além do primeiro-ministro e do presidente da Assembleia Nacional.

    Ele também participa de um seminário empresarial no dia 29. Depois, vai a Xangai acompanhando Dilma Rousseff, que será a nova presidente do banco dos BRICs.

    Em seguida, passa pelos Emirados Árabes Unidos antes de retornar ao Brasil.