Lula e Alckmin confirmam presença em evento da Força Sindical

Ex-presidente e ex-governador de SP são aposta política para uma chapa de centro-esquerda em 2022

Tainá Falcãoda CNN

Ouvir notícia

O ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), são esperados em um Congresso do Sindicato Nacional de Aposentados, em Mongaguá, no litoral de SP.

Geraldo Alckmin confirmou presença para o dia 16, para palestra às 14h. O ex-presidente Lula estará no evento no dia seguinte, às 9h.

O Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (SINDNAPI), que reúne mais de 300 mil associados, é parte da Força Sindical de Paulinho da Força, deputado e atual presidente nacional do partido Solidariedade.

O partido está entre aqueles que tentam atrair Geraldo Alckmin com a promessa de viabilizar a chapa presidencial com Lula.

A resposta ao convite de Paulinho da Força, segundo interlocutores do partido, teria ficado para janeiro do ano que vem. Apesar de admitirem que Alckmin só deverá decidir o novo partido próximo ao prazo-limite para mudança, em abril.

A Aposta do Solidariedade é de que os outros partidos que cortejam Alckmin têm maiores dificuldades.

O PSD, de Gilberto Kassab, abriu portas para Alckmin ser o candidato da legenda ao governo de São Paulo. Kassab, porém, admite que, embora o ex-governador seja sua prioridade, o nome não é único e já tem plano B para uma cabeça de chapa no estado.

O PSB de Marcio França seria outra saída. Mas encontra resistência entre alguns petistas. Em SP, por exemplo, a filiação de Alckmin — com acerto para a chapa com Lula — estaria condicionada à desistência do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) na disputa pelo estado.

Veja quem são os possíveis pré-candidatos à presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN