Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula é recebido como “irmão” em Cuba; comitiva de quatro ministros acompanha o presidente

    O presidente terá dois encontros bilaterais em Havana; o mais esperado é com o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Ricardo Stuckert/PR

    Renan Fiuzada CNN

    em Cuba

    Ao pisar em solo cubano na tarde desta sexta-feira (15), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) inicia a sua primeira visita ao país em seu terceiro mandato.

    O presidente vai participar, no sábado (16), da cúpula do G77+China, mas a expectativa recai sobre quais possíveis acordos sairão das reuniões bilaterais.

    A mais esperada será o encontro com o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, mas Lula também se reunirá com o diretor-geral da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), Qu Dongyu.

    O encontro com o presidente cubano será no sábado, após o discurso do presidente brasileiro na cúpula. O Palácio da Revolução, no centro histórico da capital Havana, já está preparado para a reunião. Um encontro a portas fechadas pode redefinir o rumo da relação entre Brasil e Cuba, que volta a se estreitar desde que o petista assumiu a Presidência.

    Para a oposição, a visita de Lula é um “prato cheio” para críticas à atual gestão. Mas pelas ruas da capital Havana, o clima é de alegria em receber, mais uma vez, o presidente brasileiro.

    Para boa parte dos cubanos, Lula é tido como um “irmão”, que pode comandar os países latino-americanos numa discussão mais ampla com os líderes de países desenvolvidos.

    Situação de Cuba

    A população cubana enfrenta uma grave crise de desabastecimento, inclusive de itens básicos, como papel higiênico.

    Alguns relatos pelas ruas são de que falta comida em supermercados. Além de muitas lojas, restaurantes e cafés estarem fechados.

    O turismo, que era fomentado na ilha, caiu muito após o período de isolamento social durante a pandemia de Covid-19, o que afetou os trabalhadores.

    Ministros de Lula presentes na cúpula

    A comitiva do presidente Lula chega à Havana por volta das 19 horas (no horário de Brasília). Estarão presentes:

    • Embaixador Mauro Vieira, ministro das Relações Exteriores
    • Nísia Trindade, ministra da Saúde
    • Paulo Teixeira, ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar
    • Luciana Santo, ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação
    • Embaixador Celso Amorim, assessor-chefe da Assessoria Especial

    Veja também: Lula chega nesta sexta (15) em Cuba para Cúpula do G77+China