Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Lula escala Gleisi para dar início a processo de transição do governo

    A presidente nacional do PT deve ficar responsável por agendar primeiros encontros entre equipes do atual e do novo governo

    Julliana LopesGustavo Uribeda CNN

    em Brasília

    julli presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva escalou a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, para dar início ao processo de transição de governo.

    Nesta segunda-feira (31), o coordenador da campanha petista, Edinho Silva, teve uma conversa por telefone com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. No telefonema, ele informou que a dirigente petista será responsável por fazer os primeiros contatos com a atual gestão e combinar os primeiros encontros.

    No processo de transição, cabe à Casa Civil nomear os integrantes da nova gestão que terão acesso ao banco de informações e à estrutura de governo. A Lei 10.609/2002 garante ao candidato eleito o direito de constituir uma equipe com 50 cargos especiais de transição governamental.

    A partir do segundo dia útil após a data do turno que decidir as eleições presidenciais, neste caso, a partir desta terça-feira, devem começar os trabalhos. A lei que busca organizar o processo de transição governamental foi promulgada durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, em 2002.

    A CNN apurou que a presidente do PT também ficou com a missão de articular encontros de Lula com o presidente da Câmara, Arthur Lira, do senado, Rodrigo Pacheco, além da presidente do STF, Rosa Weber.

    A agenda de Gleisi Hoffmann, na primeira semana após a vitória do PT, inclui ainda uma reunião com presidentes de partidos.

    Orçamento

    Além da articulação para a transição, Lula também ordenou aos coordenadores de campanha que façam um diagnóstico do orçamento, construído pela atual equipe econômica, para 2023.

    O objetivo principal é entender como garantir a continuidade do Auxílio Brasil de R$600 e outros benefícios concedidos pelo governo, como o vale combustível para caminhoneiros.