Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula fez questão de explicar situação para Daniela Carneiro, e não para Waguinho, durante reunião

    Diálogo teve ministra do Turismo enquanto foco, em tentativa de rebater críticas de que imbróglio com União Brasil tem fundo machista e que mulheres perderão espaço no governo

    Deputada federal Daniela Carneiro deixa o Ministério do Turismo
    Deputada federal Daniela Carneiro deixa o Ministério do Turismo Ministério do Turismo

    Larissa Rodriguesda CNN

    Em Brasília

    Durante reunião com a ministra do Turismo, na terça-feira (13), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), voltou as explicações da situação do governo com o União Brasil e como isso pode afetar a Esplanada dos Mistérios diretamente para Daniela Carneiro.

    Fontes do Palácio do Planalto relataram à CNN que Lula fez questão de conversar diretamente com a ministra, e não mais por intermédio de seu marido, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho.

    A estratégia teria sido uma tentativa de rebater recentes críticas de que o futuro de Daniela Carneiro está sendo decidido por dois homens, enquanto ela estava de fora das tratativas.

    Além disso, há uma expectativa de que, se a ministra do Turismo realmente deixar a Pasta, um homem assuma, diminuindo a representatividade feminina no governo. Até o momento, o mais cotado é o também deputado federal Celso Sabino (União-PA).

    Outro destaque importante, segundo interlocutores, é que no encontro dessa terça, Daniela Carneiro foi chamada ao Planalto e seu marido não recebeu o convite diretamente, apenas por meio da ministra.

    Dessa vez, Lula teria iniciado a conversa com Daniela, ouvido seu ponto de vista, e só depois aberto o diálogo para que o prefeito de Belford Roxo (RJ) também participasse.

    À tarde, após participação em comissão na Câmara dos Deputados, a ministra tocou no assunto machismo.

    “Para alguns, há a questão do machismo estrutural, sou da Baixada fluminense, tenho uma história, uma vitória muito grande, meus eleitores confiam em mim. Apoiei o presidente Lula de coração, fizemos uma campanha muito linda e admiro muito e torço muito para que o governo dê certo”, completou.

    Na reunião, ainda segundo fontes, Lula elogiou o trabalho da ministra e reafirmou seu compromisso com seu marido, Waguinho (Republicanos-RJ). Ele teria pedido mais recursos para o município na área da Saúde e Lula dito que atenderá.