Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula nomeia 11 mulheres ministras e bate recorde de Dilma

    Número de comando feminino no primeiro escalão é recorde na história da República; ao todo, serão 26 homens ministros no terceiro governo de Lula

    Sônia Guajajara (Povos Originários), Nísia Trindade (Saúde) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento) estão entre as indicadas para ministérios
    Sônia Guajajara (Povos Originários), Nísia Trindade (Saúde) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento) estão entre as indicadas para ministérios Fotos: Ettore Chiereguini/Ministério da Saúde/Nadja Kouchi

    Da CNN

    em São Paulo

    O presidente da República eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, nomeou nesta quinta-feira (29) os ministros que faltavam para completar o primeiro escalão de seu governo, que começa neste domingo (1º).

    Ao todo, serão 26 homens e 11 mulheres, recorde feminino na Esplanada dos Ministérios.

    O número de mulheres — quase 30% das pastas — é recorde na história da República e supera o recorde anterior, da então presidente Dilma Rousseff (PT), que teve oito ministras.

    No auditório do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde Lula fez as indicações, as nomeadas mulheres foram muito mais aplaudidas do que os indicados homens.

    As mulheres nomeadas por Lula são:

    • Ana Moser: Esporte
    • Anielle Franco: Igualdade Racial
    • Cida Gonçalves: Mulheres
    • Daniela de Souza Carneiro (Daniela do Waguinho): Turismo
    • Esther Dweck: Gestão e Inovação em Serviços Públicos
    • Luciana Santos: Ciência, Tecnologia e Inovação
    • Marina Silva: Meio Ambiente
    • Margareth Menezes: Cultura
    • Nísia Trindade: Saúde
    • Simone Tebet: Planejamento e Orçamento
    • Sônia Guajajara: Povos Originários

    (Publicado por Lucas Rocha, da CNN)