Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula resiste a Aras e quer ouvir STF para sucessão na PGR, diz entorno do presidente

    Alguns ministros da Corte ouvidos pela CNN apontam favoritismo do vice-procurador-geral-eleitoral Paulo Gonet, que foi autor de parecer em processo que levou à inelegibilidade de Bolsonaro

    Gustavo Uribeda CNN Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva avisou a assessores do governo que pretende definir o sucessor de Augusto Aras em agosto. O mandato do atual procurador-geral da República (PGR) se encerra em setembro.

    Apesar da campanha de Augusto Aras pela recondução, e da torcida da chamada bancada baiana, Lula tem avaliado que a vinculação de Aras com Jair Bolsonaro dificulta uma escolha, segundo fontes do Planalto consultadas pela CNN.

    Antes de escolher um nome, dizem assessores presidenciais, Lula quer conversar com ministros do STF.

    Uribe: nome favorito do governo para PGR é Paulo Gonet

    Alguns ministros do STF ouvidos pela CNN apontam favoritismo do vice-procurador-geral-eleitoral Paulo Gonet. Ele foi autor de parecer em processo que levou à inelegibilidade de Bolsonaro.

    Nas últimas semanas, candidatos ao posto têm procurado o Palácio do Planalto para se apresentarem. Nesta semana, por exemplo, o subprocurador Mário Bonsaglia, que faz parte da lista tríplice, se reuniu com Alexandre Padilha. O ministro de Relações Institucionais também se reuniu com Carlos Bigonha, que tenta se viabilizar fora da lista.

    Lula já disse que não quer ser obrigado a escolher um nome da lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República.

    Segundo aliados do petista, no entanto, nas últimas semanas ele tem afirmado que também não descarta levar a lista em consideração.