Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula sinaliza que fará indicações ao STF e à PGR até a próxima semana, dizem fontes

    Presidente conversou sobre o assunto com magistrados no início da semana passada; na ocasião, segundo relatos feitos à CNN, disse que planejava formalizar as indicações em 15 dias

    Thais Arbex

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicou a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que pretende definir, até a próxima semana, os nomes que ocuparão as vagas na Corte e também na Procuradoria-Geral da República (PGR).

    Lula conversou sobre o assunto com magistrados no início da semana passada. Na ocasião, segundo relatos feitos à CNN, o presidente disse que planejava formalizar as indicações em 15 dias.

    Hoje, segundo aliados do presidente, a sucessão de Rosa Weber no Supremo segue disputada pelos ministros Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública), Jorge Messias (Advocacia-Geral da União) e pelo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas.

    Vídeo — Lula pede empenho a senadores por reforma tributária

    Como mostrou a CNN, a crise de segurança pública no Rio de Janeiro, com a decretação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), fez o favoritismo diminuir. Interlocutores de Lula dizem, no entanto, que os três seguem no páreo.

    Como parte do movimento de definição, Lula recebeu na semana passada o subprocurador-geral da República Aurélio Virgílio Veiga Rios, nome defendido por integrantes do PT.

    Nesta semana, Lula também vai se reunir com Luiz Augusto dos Santos Lima, que tem o apoio do ex-presidente José Sarney.

    Pessoas próximas ao presidente dizem que, apesar da rodada de conversas, o vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet, e o subprocurador-geral da República Antônio Carlos Bigonha, seguem no páreo.