Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula veta aula de programação e robótica na grade escolar

    Política Nacional de Educação Digital foi sancionada com três vetos; mudanças na grade precisariam do aval do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Educação

    Sala de aula antes da pandemia de Covid-19
    Sala de aula antes da pandemia de Covid-19 Foto: Sumaia Vilela / Agência Brasil

    Gabriel Fernedada CNN

    em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou na quarta-feira (11), com três vetos, a Política Nacional de Educação Digital, que tem como objetivo promover a inclusão, educação, capacitação, especialização e acesso dos brasileiros à tecnologia.

    O texto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para colocar como dever do Estado a educação digital de todas as instituições públicas de ensinos básico e superior.

    Um dos itens vetados pelo presidente Lula visava a inclusão de competências digitais, como aulas de programação e robótica na grade escolar. A justificativa utilizada para o veto foi conflito entre regras vigentes, uma vez que mudanças na grade precisariam do aval do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Educação.

    Os outros dois vetos retiram a prioridade de financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para programas de imersão em técnicas e linguagens de computador, e a retirada lei que equipararia publicações digitais e e-books ao livro físico

    Ainda não há data definida para a votação, em sessão conjunta do Congresso Nacional, dos três vetos.