Macapá vota para prefeito; nove urnas são substituídas

Presidente do TSE acredita que a apuração deverá acontecer sem intercorrências

Da CNN

Ouvir notícia

Nove urnas foram substituídas durante a votação das eleições municipais do Macapá (AP), conforme informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número representa apenas 1,05% de um total de 703 urnas disponíveis no primeiro turno na capital, postergado por conta do apagão no estado.

De acordo com boletim do TSE, há 158 urnas para contingências. Estão aptos a votar um total de 292.718 eleitores no Macapá. O horário de votação é das 7 horas às 17 horas, horário de Brasília, seguindo horário ampliado em meio à pandemia e que foi implantado em todo o Brasil.

Leia e assista também

Após apagão, Macapá vota neste domingo sob esquema especial de segurança

 

A votação na capital do Amapá foi adiada diante do apagão que atingiu o estado no último mês. No dia 3 de novembro, a destruição de transformadores de uma subestação de energia provocou um apagão, que se estendeu por vários dias.

A previsão inicial era que a votação acontecesse apenas no outro final de semana, no dia 13. A definição do dia 6 de dezembro foi feita após o pedido dos candidatos, que temiam pela baixa adesão em um eventual segundo turno, que necessita de ao menos duas semanas.

Para evitar que essa segunda votação ocorresse muito perto das festas de final de ano, a opção pelo dia 6 possibilitou que o segundo turno, caso seja necessário, aconteça em 20 de dezembro.

Dez candidatos concorrem à prefeitura de Macapá neste domingo. Se nenhum deles obtiver a maioria dos votos, a cidade terá segundo turno, no dia 20 de dezembro.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, defendeu a segurança das eleições municipais de Macapá (AP) em entrevista neste sábado na capital amapaense.

De acordo com o TRE-AP, o presidente do TSE reforçou que o adiamento das eleições não aconteceu apenas por causa da falta de energia, mas pelos riscos à segurança pública. O presidente do TSE acredita que a apuração deverá acontecer sem intercorrências.

Barroso reuniu-se neste sábado com integrantes do TRE. “Achei que era importante estar aqui com vocês, para que vocês saibam que a gente se preocupa. Esperamos que as eleições corram bem”, disse o ministro, segundo nota divulgada pelo TSE.

Números

A cidade de Macapá tem 292.718 eleitores aptos a votar. São dez candidatos a prefeito e vice-prefeito e 528 pessoas registradas para concorrerem às 23 vagas de vereador na capital amapaense.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a maior parte do eleitorado de Macapá é mulher (52,5%) e está na faixa etária dos 35 aos 54 anos, tem ensino médio completo (30,6%) e é solteiro (76,8%).

Candidatos

Dez candidaturas foram registradas para a disputa das eleições municipais de 2020 em Macapá. São cinco coligações e cinco partidos concorrendo isolados. Veja a relação completa:

Capi (PSB)
Vice: Rubem (Rede) / Frente Macapá Solidária (PSB e Rede)

Cirilo Fernandes (PRTB)
Vice: Lindemberg O Ceará (PRTB) / Sem coligação

Dr. Furlan (Cidadania)
Vice: Monica Penha (MDB) / De Coração por Macapá (Cidadania, MDB e PMN)

Gianfranco (PSTU)
Vice: Jairo (PSTU) / Sem coligação

Guaracy (PSL)
Vice: Didio (Patriota) / Deus, Pátria e Família (PSL e Patriota)

Haroldo Iram (PTC)
Vice: Moises Amaral (PTC) / Sem coligação

Josiel (DEM)
Vice: Silvana (Avante) / Macapá em Primeiro Lugar (DEM, Avante, PDT, PSC, PL, PV, PSDB, PSD, Solidariedade, Pros, Republicanos e PP)

Patrícia Ferraz (Podemos)
Vice: Ten. Juraci (Podemos) / Sem coligação

Paulo Lemos (PSOL)
Vice: Lorena Quintas (PCdoB) / Macapá para Todos Nós (PSOL e PCdoB)

Professor Marcos (PT)
Vice: Geovane (PT) / Sem coligação

(Com Estadão Conteúdo)

Mais Recentes da CNN