Maia confirma reunião com Pazuello sobre divulgação de dados da Covid-19

Em entrevista exclusiva à CNN, presidente da Câmara dos Deputados afirmou que acredita que Ministério da Saúde voltará a divulgar os dados amplamente

André Rigue da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou em entrevista exclusiva para a CNN, nesta segunda-feira (8), que o governo “não tem condições de omitir os dados” sobre a pandemia de coronavírus no Brasil. Ele confirmou também que o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, participará de uma reunião nesta terça-feira (9) com parlamentares para falar sobre a forma de divulgação dos números.

“Nós já tivemos [antes] conflito entre estados, municípios e União. Não precisamos de novos conflitos [agora]. O governo não tem condições de omitir os dados. São números de estados e municípios. O Congresso está preocupado, a sociedade também. Um conflito desnecessário e não factível que gera perda de tempo”, afirmou Maia.

Leia também:

Maia diz que faltou gesto do funcionalismo público em reduzir salário na crise

Barroso diz a Alcolumbre e Maia que há ‘consenso médico’ por adiar eleições

O presidente da Câmara confirmou que Eduado Pazuello participará da reunião nesta terça-feira, às 12h30, com membros da Comissão Externa do coronavírus da Câmara para encontrar uma solução para a divulgação dos dados. “Vou participar da reunião. Precisamos encontrar soluções que unam o Brasil”, afirmou Maia.

O Ministério da Saúde mudou a forma de divulgação dos dados na última semana e passou a informar apenas números do dia da pandemia, deixando de comunicar o total. No último domingo (7), a pasta chegou a divulgar dados com divergências de números.

Maia disse que está confiante que o governo voltará a divulgar os dados completos sobre a pandemia. “Não podemos achar normal num momento como esse [omitir dados].  Acredito que até amanhã [terça-feira] vamos ter uma posição satisfatória”.

Mais Recentes da CNN