Major-brigadeiro Leonidas Medeiros Jr. é nomeado nº 2 da Ciência e Tecnologia

Em atos assinados por Bolsonaro e Marcos Pontes, Julio Semeghini deixa o posto de secretário-executivo da pasta, substituído por Leonidas Medeiros Júnior

Leonidas de Araújo Medeiros Júnior
Leonidas de Araújo Medeiros Júnior Foto: Serviço Geológico do Brasil - CPRM/ Reprodução

Diego Freire,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em atos publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (23), o governo federal realizou a troca do secretário-executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – considerado o segundo principal cargo na hierarquia da pasta. 

A pedido, Julio Francisco Semghini Neto deixou o cargo, em decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro titular da pasta, Marcos Pontes. Para o seu lugar, foi nomeado o major-brigadeiro do ar Leonidas de Araújo Medeiros Júnior, subcomandante da Escola Superior da Guerra (ESG).

Assista e leia também:
O Grande Debate: Brasil deve romper relação com chineses sobre o 5G?

Ministério usa gráfico vendido na internet em apresentação de remédio anticovid

‘Gráfico é que nem gravata, não muda nada’, diz Pontes sobre apresentação

Segundo currículo disponível no site da ESG, o major-brigadeiro se formou nos cursos de Administração de Material Bélico; Instrutor de Educação Física – CCFEx; e Gerenciamento do Sistema de Controle do Espaço Aéreo.

Entre cursos operacionais, Medeiros Júnior possui formação em Tática Aérea; Esquadrão de Caça; Piloto Básico em Inspeção em Voo; e Inspetor da Aviação Civil.

O antecessor no cargo, Julio Semeghini, foi deputado pelo PSDB e executivo com atuação nos setores de tecnologia da informação (TIC) e telecomunicações.

Recentemente, o ministério comandado pelo astronauta Marcos Pontes foi desmembrado, com a recriação do Ministério das Comunicações, que tem o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) como ministro.

 

Mais Recentes da CNN