Manifestações em capitais pedem o impeachment de Bolsonaro neste sábado

Atos acontecem um dia após o STF autorizar abertura de inquérito para apurar atuação de Jair Bolsonaro (sem partido) na compra da Covaxin

Cleber Rodrigues, da CNN Brasil

Ouvir notícia

 

Diversas capitais e cidades do Brasil registram manifestações contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), neste sábado (3). Veja galeria de imagem abaixo.

O ato aconteceria em 24 de julho, mas foi adiantado após o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar ontem a abertura de um inquérito para apurar a conduta de Bolsonaro no caso da negociação para a aquisição da vacina Covaxin.

No Rio de Janeiro, a concentração ocorreu no Monumento Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas. A marcha começou às 10h e seguiu até a igreja da Candelária. 

Manifestantes usaram carro de som e gritaram palavras de ordem contra o presidente da república e a favor da vacinação de toda a população.

O publico levou faixas e bandeiras que pediam o impeachment de Bolsonaro e questionaram as mais de 500 mil mortes, em decorrência da Covid-19, registradas no país. A maioria dos manifestantes usava máscaras de proteção contra o coronavírus.

Em Florianópolis, os manifestantes também se reuniram na manhã de sábado para uma marcha contra o governo federal. No local, havia uma coleta de assinaturas que pede a cassação do presidente. 

Em Goiânia, os manifestantes aderiram à causa e pediram o aumento no volume de vacinação contra a Covid-19, além de benefícios sociais que auxiliem os cidadãos mais vulneráveis a enfrentarem o período de restrição das atividades econômicas que ainda está em curso devido à pandemia.

Em Recife, os manifestantes seguram a faixa “Fora Bolsonaro” e pedem “comida no prato”. A concentração aconteceu na Praça do Derby, às 9h da manhã. Por volta das 10h, os manifestantes seguiram rumo à Avenida Conde da Boa Vista. 

Nos últimos dois meses, esta é a terceira manifestação organizada por opositores do governo com manifestações programadas em diversas cidades do Brasil. O primeiro grande ato deste ano foi em 29 de maio e o segundo, em 19 de junho. 

Em São Paulo, o ato está previsto para ter início às 15h. A concentração será em frente ao Masp, na Avenida Paulista. A Secretaria de Segurança Pública do Estado vai reforçar o esquema de policiamento, com cerca de 600 policiais.

Em Brasília, a manifestação está prevista para ter início às 16h, em frente ao Museu Nacional.

Os atos deste sábado receberam o nome de “3JForaBolsonaro” e são organizador por partidos políticos, centrais sindicais e grupos sociais e estudantis.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Mais Recentes da CNN