Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Márcio França confirma à CNN que desistiu de disputar governo de SP e vai se lançar ao Senado

    No filme de dois minutos, a que CNN teve acesso, França diz que “abre mão de sua candidatura”, mas “não de seus princípios”

    Thais Arbex

    O ex-governador Márcio França (PSB) afirmou à CNN nesta sexta-feira (8) que concorrerá ao Senado pela chapa encabeçada por Fernando Haddad (PT) ao governo de São Paulo. A desistência pela disputa ao Palácio dos Bandeirantes será oficializada por meio de um vídeo a ser publicado nas redes sociais.

    “Neste momento, manter a democracia no Brasil é mais importante do que vontade pessoal”, disse França à CNN.

    No filme de dois minutos, a que CNN teve acesso, França diz que “abre mão de sua candidatura”, mas “não de seus princípios”.

    A decisão de França também será anunciada ao lado de Luiz Inácio Lula da Silva no sábado (9), durante ato em Diadema, primeiro município paulista a ser governado pelo PT. A cidade marca uma das principais disputas históricas entre PT e PSB. Com esse cenário, Lula fará o papel de anunciar a “conciliação”, com o gesto de França.

    Antes de gravar o filme, França fez questão de comunicar sua decisão aos 170 pré-candidatos do PSB na corrida pelo Legislativo.

    No vídeo, o ex-governador justifica sua decisão alegando que Haddad está na frente nas pesquisas ao governo de São Paulo —lembrando que a liderança era um dos critérios defendidos por ele para definição do cabeça de chapa.

    “Palavra é palavra”, tem dito França a aliados mais próximos.

    Debate

    CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.