Metade do governo deixa Brasília para marcar os mil dias de governo

A agenda de entregas ainda está sendo fechada, mas a lista já confirmada é bem variável e curiosa

Caio Junqueira

Ouvir notícia

O governo vai às ruas nessa semana, na qual se completam mil dias da administração Jair Bolsonaro, para fazer uma série de entregas todos os dias da semana.

Nesta terça-feira (28), por exemplo, já está confirmado que 12 ministros deixarão Brasília. Isso representa metade do governo.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai à Bahia pela manhã para inaugurar pouco mais de 10 quilômetros de duplicação de estradas. Serão 5,4 quilômetros de duplicação na BR-116 e mais cinco quilômetros na BR-101.

Depois, segue para Alagoas à tarde. Na quarta-feira (29), quando o presidente estará em Roraima, serão 10 ministros fora de Brasília.

Lista de entregas

A agenda de entregas ainda está sendo fechada, mas a lista já confirmada é bem variável e curiosa. Há desde entregas de mais porte, como usina termelétrica e inauguração de uma unidade operacional da Polícia Rodoviária Federal, até mais paroquiais, como praça de esportes, ônibus, computadores, títulos agrários e rede wifi e “e-gates” para controle eletrônico de passaportes.

Também estão previstas nas comemorações assinaturas de contratos como o de uma contratação do cabo submarino de fibra óptica e outro para construção de aeroportos.

Ministros que são pré-candidatos foram beneficiados com entregas em seus estados. Ciro Nogueira vai ao Piauí, Fabio Faria e Rogerio Marinho vão ao Rio Grande do Norte, Gilson Machado a Pernambuco, João Roma à Bahia. Além, claro, do próprio presidente, que viajará todos os dias da semana.

Mais Recentes da CNN