‘Meu nome continua à disposição’, diz Mandetta sobre pré-candidatura à Presidência

Mais cedo, Luciano Bivar (PSL-PE), que irá comandar o União Brasil, confirmou que o ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro havia desistido de disputar as eleições

Rafaela Larada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou nesta quinta-feira (25) que continua à disposição do União Brasil para a pré-candidatura à Presidência da República.

“Eu sempre disse que posso ser candidato ou posso apoiar outro candidato. Mas jamais desistirei do Brasil. MÉDICO NÃO ABANDONA PACIENTE. Meu nome continua à disposição. A fusão de DEM/PSL vai amadurecer. O que realmente precisamos debater são ideias, com transparência e humildade”, escreveu Mandetta nas redes sociais.

Mais cedo, Luciano Bivar (PSL-PE), presidente do PSL e que irá comandar o União Brasil, legenda que surgirá com a fusão do partido com o DEM, declarou que Mandetta havia desistido da pré-candidatura.

Segundo Bivar, Mandetta teria desistido da pré-candidatura à Presidência porque disputaria uma vaga no Legislativo.

“O Mandetta declinou e pretende sair candidato para o Senado ou Câmara no Mato Grosso do Sul. Nós queremos sair com uma candidatura própria, mas não descartamos fazer composições”, disse Bivar.

Mais Recentes da CNN