Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo propõe ao PP novo ministério unindo Esporte e Pequenas e Médias Empresas, dizem fontes

    Novo desenho da Esplanada foi bem-visto por lideranças dos partidos. Ministério do Desenvolvimento Social fica fora da negociação

    Um novo ministério pode ser criado para abrigar o PP
    Um novo ministério pode ser criado para abrigar o PP Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

    Tainá FarfanTainá Falcãoda CNN

    Brasília

    O governo federal sugeriu um novo desenho da Esplanada dos Ministérios ao Centrão, que foi bem-visto por lideranças dos partidos e pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

    Conforme fontes do Congresso e do Planalto ouvidas pela CNN, foi proposta a união das pastas de Esportes com Pequenas e Médias Empresas ao Progressistas (PP).

    VÍDEO – Lula e o Centrão: petistas aceitaram dividir ministério do Bolsa Família

    A ideia é que André Fufuca (PP-MA) chefie a nova pasta, que deve chamar Ministério do Esporte, Juventude e Empreendedorismo.

    Nesse cenário, o Ministério do Desenvolvimento Social ficará de fora da reforma ministerial, prevista para ocorrer nos próximos dias. A pasta era tida como mais “sensível” por Lula e sua saída pode agilizar um desfecho para a negociação.

    A ideia é que Fufuca chefie o novo Ministério do Esporte, Juventude e Empreendedorismo, que uniria Esporte e Pequenas e Médias empresas em uma só pasta.

    Ana Moser, atual ministra do Esporte, assumiria uma nova agência criada para tratar de esportes olímpicos.

    A informação dos bastidores é que o martelo só deve ser batido após o retorno de Lula das viagens.

    Nesta quinta-feira (31), o presidente da República embarca com Wellington Dias, ministro do Desenvolvimento Social, para lançar o “Plano Brasil Sem Fome” no Piauí, estado de Dias.

    Lula convidou também Márcio França, titular dos Portos e Aeroportos, para a viagem ao Piauí.

    Funasa e Caixa

    No atual cenário, a intenção de Lira é que a nova presidência Caixa Econômica Federal não seja anunciada junto com o novo desenho da Esplanada.

    Internamente, no Progressistas, há incertezas sobre a indicação de Margareth Coelho.

    O destino da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), que seria entregue ao Republicanos, ainda é incerto. Mas a cúpula do partido deve insistir para ter o comando da fundação junto ao Planalto.

    Oficialmente, o Planalto não se manifestou sobre as sugestões.

    Veja também: Ministérios como moeda de troca podem garantir maior governabilidade a Lula?