Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministra rejeita pedido para Pablo Marçal ser incluído em debate na TV

    O candidato argumentava que não foi convidado para participar por causa de notícias de que o partido teria revogado sua candidatura

    Pablo Marçal (Pros) durante entrevista - 04/08/2022
    Pablo Marçal (Pros) durante entrevista - 04/08/2022 TON MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Gabriela Coelhoda CNN em Brasília

    A ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral, negou pedido de Pablo Marçal, candidato ao cargo de presidente da República, para participar do debate eleitoral a ser realizado no próximo dia 28 pela TV Bandeirantes.

    No início de agosto, a direção do Pros decidiu revogar a candidatura de Marçal, para declarar apoio a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno das eleições. Devido a um embate judicial pelo comando da legenda, a candidatura do influenciador e empresário está em discussão desde o início do mês.

    No pedido, Marçal afirmou não foi convidado a participar do referido debate e que ausência de convite se deve às notícias de que o Pros, sob o comando de Eurípedes Junior, teria revogado sua candidatura e coligado com o PT para apoiar candidato diverso.

    Para a ministra, a nova direção do Pros decidiu retirar a candidatura de Pablo Marçal (Pros) à Presidência.

    “A dissidência partidária ocorrida no PROS e a existência de reuniões partidárias ainda válidas, e que deliberaram pela revogação de sua candidatura, enfraquecem a plausibilidade jurídica de sua pretensão de participação no debate que se avizinha”, disse.

    A ministra deixa claro, entretanto, que poderá haver uma revisão da temática, a depender do desfecho que vier a ser dado ao pedido de
    registro de candidatura de Marçal.

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.