Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministro de Lula diz à CNN que seria honra ter tucana Raquel Lyra no PSD

    Governadora do PSDB é a única do Nordeste que não está em partido da base petista

    A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), está se aproximando do PSD
    A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), está se aproximando do PSD 29/08/2023 - Roque de Sá/Agência Senado

    Leonardo Rodriguesda CNN

    São Paulo

    O ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula, disse à CNN que seria “uma honra” ter a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), no PSD. Ele é o presidente da sigla no estado.

    Recentemente, Lyra nomeou Cacau de Paula, filha do ministro, para a secretaria estadual de Cultura.

    Alianças

    O PSD integra a base do governo Lula (PT) no Congresso e chefia três ministérios — Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Minas e Energia, além da Pesca. A nível estadual, a cúpula da legenda apoiou o petista no pleito de 2022, ao contrário da neutralidade nacional da legenda.

    Por outro lado, a governadora enfrentou Marília Arraes (Solidariedade), candidata apoiada por Lula no segundo turno das eleições, e integrou a oposição local ao petismo.

    Já o PSDB busca marcar distanciamento da gestão federal.

    Aproximação

    Com a entrada de Cacau no governo, Lyra atrai seu partido para a base e, na avaliação de André de Paula, “faz um movimento político de aproximação” do governo Lula. O PSD não tem deputados estaduais em Pernambuco.

    Para o ministro, uma eventual filiação da governadora, a quem chama de “mulher competente, honrada, corajosa e experiente”, ao PSD selaria o ingresso da tucana em “um partido que apoia o presidente e dele recebe o prestígio devido”. Ele destaca, contudo, que essa decisão é “pessoal e intransferível”.

    Procurada para comentar, a governadora não respondeu à reportagem da CNN.

    Nordeste “pintado de vermelho”

    Caso o movimento se concretize, um “cinturão” de governadores aliados de Lula será formado no Nordeste.

    Atualmente, Raquel Lyra é a única mandatária da região em um partido que não está na base do petista, além de ter sido a única a não declarar voto nele nas eleições do ano passado.

    Veja a lista completa:

    • Alagoas: Paulo Dantas (MDB)
    • Bahia: Jerônimo Rodrigues (PT)
    • Ceará: Elmano de Freitas (PT)
    • Maranhão: Carlos Brandão (PSB)
    • Paraíba: João Azevêdo (PSB)
    • Piauí: Rafael Fonteles (PT)
    • Rio Grande do Norte: Fátima Bezerra (PT)
    • Sergipe: Fábio Mitidieri (PSD)

    VÍDEO — PSDB tenta evitar perda de prefeituras em São Paulo