Fux decidiu sobre discurso contra Bolsonaro após conversa com Moraes

O presidente da corte cancelou o encontro que reuniria os chefes dos Três Poderes após novas ameaças do presidente

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, de cancelar uma reunião com Jair Bolsonaro (sem partido) e criticar as falas do presidente contra membros do Supremo ocorreu após uma conversa com o colega de STF Alexandre de Moraes. As informações são da âncora da Daniela Lima.

Ao ver um tweet do colega contra as falas do presidente, Fux foi questioná-lo. Neste momento, Moraes teria dito: “Nós precisamos da sua ajuda, o Supremo precisa de você”. Depois desta conversa, Fux decidiu escrever o discurso com fortes críticas contra o presidente.  

Bolsonaro intensificou os ataques aos ministros do STF, principalmente Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, após o Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) pedir a inclusão do presidente no inquérito das “fake news” após uma live em que insinuou, sem provas, fraudes no sistema eleitoral brasileiro.  

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) foram orientados a não aderirem às provocações presentes nos ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à corte, mas decidiram que qualquer reação a ele será institucional. 

 

Há também a preocupação do chefe do Executivo começar a descumprir medidas judiciais. No entanto, a instrução dada internamente é para que não haja decisões desastradas, justamente para não dar espaço a uma manobra que pode acirrar ainda mais os ânimos no atual cenário.

Publicado por Evandro Furoni

Presidente do STF, ministro Luiz Fux em sessão realizada por videoconferência
Presidente do STF, ministro Luiz Fux em sessão realizada por videoconferência
Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Mais Recentes da CNN