Molica: Depoimento de reverendo foi enrolação marcada por várias contradições

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista Fernando Molica analisou oitiva de Amilton Gomes de Paula à CPI da Pandemia

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (4), Fernando Molica repercutiu o depoimento reverendo Amilton Gomes de Paula à CPI da Pandemia. Durante a fala aos senadores, Amilton chorou, pediu perdão e não conseguiu explicar o contato próximo com o Ministério da Saúde. 

Um dos momentos de maior tensão foi causado por uma apuração da analista de política da CNN Renata Agostini. O reverendo foi confrontado com os e-mails que mostram uma negociação de vacinas entre ele e vários municípios. No início do depoimento, Amilton havia dito que não havia negociado nada.

“Foi uma enrolação, um negócio inacreditável e absolutamente surreal. O reverendo começou o depoimento dizendo que um belo dia ele mandou e-mail para um órgão do Ministério da Saúde sugerindo uma reunião para aquele mesmo dia, sem qualquer intermediação, e mesmo assim foi recebido”, afirmou o jornalista.

“O depoimento dele foi marcado por muitas contradições. Teve a revelação da Renata Agostini e uma série de outras, como o papel da tal ONG, que usa um nome que dá a entender que é um órgão oficial. Os papéis da ONG tinham vários logotipos, até da Organização das Nações Unidas (ONU), e é tudo mentira, ele não tem autorização de ninguém para isso.”

“Existia uma rede informal de contatos de pessoas que não tinham nada a ver com a atividade fim. É aquela história: vai comprar vacina e tem um pastor, um cabo da polícia de Minas Gerais, oficiais da reserva do Exército e Aeronáutica. O que esse povo está fazendo vendendo vacina?”, questionou Molica.

“A vacina não foi comprada e a história não rendeu em nada, mas não rendeu em nada porque o caso veio à tona. Não foi algo tão simples de ‘não foi comprado’. Houve negociações, conversas e isso precisa ser muito bem esclarecido”, concluiu o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (4.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN