Molica: Para Jefferson, limite da liberdade de expressão foi ameaça à democracia

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista Fernando Molica repercutiu prisão preventiva de ex-deputado do PTB

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (13), Fernando Molica falou sobre a prisão preventiva do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Moraes acusa o ex-deputado de participar de uma suposta milícia digital em ataques às instituições democráticas. A organização criminosa teria sido montada, principalmente, para atacar a próxima eleição.

“É importante ressaltar que o Roberto Jefferson, agora preso no governo Bolsonaro, já tinha sido preso por processos relacionados ao ex-presidente Lula. Ele foi condenado pelo Supremo por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, chegou a ficar um bom tempo preso, passou para o semiaberto e foi libertado”, relembrou Molica.

“É sempre complicado definir o limite e em que momento a liberdade de expressão, que todos nós temos e que nos é garantida pela Constituição, quando isso se transforma em crime”, avaliou o jornalista. “É quando se transforma em ameaças, quando qualquer um de nós proferir ofensas graves, que é crime contra à honra, e ameaças à democracia.”

“Roberto Jefferson subiu muito o tom, chegou a aparecer em vídeos portando armas, fazendo ameaças. No início do ano, ele foi condenado em ação cível por conta de ofensas ao ministro Alexandre de Moraes, por dizer que o ministro estava ligado à facção criminosa. Esse é o limite. A Justiça tem feito muito isso nos últimos tempos, tentar traçar uma linha de ‘daqui pra lá, não pode, é crime'”, concluiu Molica.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (13.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN