Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Moraes autoriza Exército a agendar data para notificar cancelamento do CAC de Roberto Jefferson

    Em 27 de outubro, o ministro decretou a prisão preventiva do ex-deputado por tentativa de homicídio contra policiais federais

    Ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) foi preso no domingo, 23 de outubro.
    Ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) foi preso no domingo, 23 de outubro. Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo - 20.nov.2013

    Gabriela Coelhoda CNN

    Brasília

    Moraes autoriza Exército a agendar data para notificar cancelamento do CAC de Roberto Jefferson

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu pedido do Exército para agendar uma data para a notificação do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) sobre o cancelamento do Certificado de Registro de Caçador, Atirador, Colecionador (CAC).

    Segundo Moraes, a notificação deve ocorrer em data previamente acordada entre o Exército Brasileiro e o estabelecimento prisional, com comunicação ao Supremo no prazo de 24 horas.

    Em outra decisão, Moraes autorizou o recebimento de visitas por Roberto Jefferson, tão somente por parte de sua esposa. Em 27 de outubro, o ministro decretou a prisão preventiva do ex-deputado por tentativa de homicídio contra policiais federais.

    A prisão preventiva não tem prazo para expirar. Na decisão, o ministro descreve o arsenal de armas e munições encontrados pela Polícia Federal na casa do político.

    A CNN entrou em contato com o Exército e aguarda manifestação. A defesa do ex-parlamentar foi acionada, mas ainda não se manifestou.