Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Moraes menciona ataque a policiais em novo mandado de prisão de Jefferson; ministro cita tentativa de homicídio

    Neste domingo (23), ex-deputado federal atirou granadas contra agentes da Polícia Federal que tentaram prendê-lo

    Roberto Jefferson é ex-deputado federal e presidente de honra do PTB
    Roberto Jefferson é ex-deputado federal e presidente de honra do PTB Fábio Motta/Estadão Conteúdo - 25.jul.2012

    Daniela Lima

    Em nova decisão proferida neste domingo (23), o ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão em flagrante de Roberto Jefferson por suspeita de tentativa de homicídio de dois policiais federais, num atentado cometido e confessado pelo ex-deputado federal como reação à ordem de prisão anterior.

    O ministro cita relatório da Polícia Federal (PF) e vídeo do próprio Jefferson em que ele admite ter atirado contra a PF.

    Jefferson atirou granadas contra a comitiva da Polícia Federal ao ser informado de mandado de prisão expedido em razão de seguidas violações ao regramento a que estava submetido para continuar em regime de prisão domiciliar.

    Ele se recusou a cumprir o mandado, atacou o comboio policial, deixando um delegado e uma agente da PF feridos.