Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Moraes manda PRF indicar efetivo usado nos dois turnos das eleições

    Segundo determinação do ministro, Polícia Rodoviária Federal deve informar o efetivo de policiais por região e estado

    Gabriela CoelhoBrenda Silvada CNN

    em Brasília

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu neste sábado (5) que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deve informar o efetivo de policiais por região e estado, inclusive quanto aos eventuais recrutamentos e lotações de origem dos policiais, realizados em cada um dos turnos das eleições de 2022.

    Nesta sexta-feira (4), Moraes mandou a PRF informar em 48 horas o efetivo mobilizado nas rodovias somente no período do segundo turno (entre os dias 28 de outubro até 4 de novembro).

    Na quinta-feira (3), Moraes também determinou que a Polícia Federal (PF) providencie todas as informações disponíveis sobre a identificação dos líderes das “ações ilícitas em curso”, em especial a identificação dos proprietários dos veículos utilizados nos bloqueios.

    No mesmo dia, Moraes também deu prazo de 48 horas para que a PRF apresente relatório detalhado com todas as multas aplicadas contra pessoas que realizaram bloqueios nas estradas.

    A Polícia Rodoviária Federal informou, na manhã deste sábado, que restam três pontos de interdição, sendo dois em Mato Grosso e um no Pará, com o fluxo parcialmente impedido por grupos que não aceitam o resultado das eleições.