Morre o ex-senador José Paulo Bisol, vice de Lula na eleição de 1989

Bisol tinha 92 anos e estava internado no hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, desde 31 de maio

O político José Paulo Bisol diante do microfone; em 2009, ele foi agraciado pela Assembleia Legislativa do RS com a Medalha do Mérito Farroupilha
O político José Paulo Bisol diante do microfone; em 2009, ele foi agraciado pela Assembleia Legislativa do RS com a Medalha do Mérito Farroupilha Foto: Assembleia Legislativa do RS/Walter Fagundes

Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-senador pelo Rio Grande do Sul José Paulo Bisol morreu na manhã deste sábado (26), em Porto Alegre, por falência orgânica múltipla.

Bisol tinha 92 anos e estava internado no hospital Moinhos de Vento. Ele foi candidato a vice-presidente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na eleição de 1989.

Segundo o boletim médico, ele foi transferido de Osório para o Centro de Terapia Intensiva da instituição no dia 31 de maio, com infarto agudo do miocárdio.

Aos 92 anos, o desembargador aposentado, escritor e político tinha insuficiência renal crônica e teve suas condições agravadas por choque cardiogênico e séptico.

Além de vice de Lula e senador de 1987 a 1995, Bisol também atuou como advogado e desembargador, deputado estadual (1983-1987) e secretário de Justiça do Rio Grande do Sul (1999-2002).

Em 2009, recebeu a medalha do Mérito Farroupilha, mais alta honraria concedida pelo parlamento gaúcho.

Bisol deixa a esposa, Vera Lúcia Zanette, três filhos, Tula, Ricardo e Jairo, nove netos e um bisneto. O falecimento do ex-senador foi lamentado por Lula, que afirmou, em nota, que seu companheiro de chapa sempre atuou “como defensor dos direitos humanos, da democracia” e era um “homem público ético. Um brasileiro que não poderá jamais ser esquecido.”

“Bisol foi o melhor companheiro que eu poderia ter naquela jornada. Bisol amou nosso país, pensou e lutou por um Brasil melhor. Minha solidariedade e meus sentimentos aos familiares, filhos, netos e bisnetos, amigos e admiradores de José Paulo Bisol”, completa a nota de pesar. 

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, recebeu com pesar o falecimento de Bisol que, segundo ele, “deixou grande legado para a política nacional”. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul também lamentou o falecimento do ex-deputado.

Mais Recentes da CNN