Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mourão pede a Milei asilo para foragidos do 8/1 na Argentina

    Ex-vice-presidente estendeu a solicitação à Comissão Nacional dos Refugiados (Conare), órgão do governo argentino que avalia as solicitações

    Jussara Soaresda CNN

    Brasília

    O senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) usou as redes sociais nesta terça-feira (11) para pedir para o presidente da Argentina, Javier Milei, conceda refúgio político aos brasileiros condenados e investigados por envolvimento nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro.

    O ex-vice-presidente estendeu a solicitação à Comissão Nacional dos Refugiados (Conare), órgão do governo argentino que avalia as solicitações.

    Na publicação, Mourão diz que a ida dos foragidos para a Argentina é porque não há mais confiança na Justiça brasileira.

    “A ida de condenados e investigados pelos atos de 8 de janeiro para a Argentina mostra tão somente que essas pessoas não mais confiam na justiça brasileira, que lhes negou direitos básicos do devido processo legal, bem como impôs penas desproporcionais aos delitos supostamente praticados.
    A captura internacional, tão desejada pelo governo de turno, mostra claramente o viés autoritário e persecutório da esquerda no poder.
    Que @JMilei e a Comisión Nacional para los Refugiados ( Co. Na. Re ) lhes concedam o justo asilo político”, escreveu.

    De acordo com a Polícia Federal, há 47 condenados ou pessoas com mandando de prisão em aberto na Argentina. A PF prepara um pedido de extradição que será encaminhado ao Supremo Tribunal Federal.