Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    MPF vai inspecionar penitenciária de Mossoró nesta semana para identificar falhas

    Vistoria é complementar à da Polícia Federal e tem objetivo de subsidiar investigação das falhas do presídio e propor adoção de medidas para evitar novas fugas

    Teo Curyda CNN

    Procuradores do Ministério Público Federal (MPF) vão inspecionar nesta semana a penitenciária federal de Mossoró (RN) para identificar falhas e irregularidades na prisão de segurança máxima de onde dois presos fugiram na última quarta-feira (14).

    Quatro procuradores vão realizar a inspeção na penitenciária. Um deles atua em Mossoró e acompanha diretamente o inquérito aberto na semana passada pela Polícia Federal.

    Os demais atuam na Paraíba, Pernambuco e Rio de Janeiro em ofícios especiais de inspeção e vistoria de penitenciárias federais. Os grupos foram criados em setembro do ano passado pela procuradora-geral interina Elizeta Maria de Paiva Ramos para fortalecer a atuação na área.

    A cela dos dois criminosos e outros locais da prisão foram periciados por equipes da PF na semana passada. A inspeção dos procuradores será complementar e vai subsidiar a investigação das falhas do presídio.

    Com base nas informações levantadas, procuradores devem propor medidas a serem adotadas para que novas fugas não ocorram futuramente.

    A vistoria atende a um pedido feito pelo colegiado da Procuradoria-Geral da República (PGR) responsável pela coordenação dos procuradores que atuam em todo o país no controle externo da atividade policial e sistema prisional.

    O órgão solicitou aos procuradores no dia da fuga informações sobre as medidas adotadas pelo MPF no âmbito judicial e extrajudicial para investigar as falhas ocorridas na garantia da segurança máxima da penitenciária.