Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    COP27

    Na COP27, Lula espera ter encontros bilaterais com Biden, Macron e Guterres

    Presidente eleito deve embarcar para o Egito no dia 14 e participar da segunda semana do evento, que acontece entre 6 e 18 de novembro

    Thais Arbexda CNN

    em Brasília

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende usar a 27ª Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças Climáticas (COP-27), que acontece no Egito entre os dias 6 e 18 de novembro, para realizar encontros bilaterais considerados cruciais para a sua retomada ao comando do Palácio do Planalto.

    Aliados de Lula disseram à CNN neste sábado (5) que o presidente eleito pretende se reunir com os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da França, Emmanuel Macron, além do secretário-geral da ONU, António Guterres.

    O presidente eleito deve embarcar para o Egito no dia 14 e participar da segunda semana da COP27. A expectativa é que a agenda de Lula coincida com as de Biden, Macron e Guterres.

    Lula vai participar da Conferência a convite do presidente do Egito, Abdel Fattah El Sisi.

    Antes disso, o petista havia sido chamado a integrar a comitiva do governador do Pará, Helder Barbalho, em nome do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal. Além dos encontros bilaterais, a ideia é que Lula use o evento para reforçar ao mundo seu compromisso com a agenda ambiental — marcando contraposição ao atual governo de Jair Bolsonaro (PL).

    Há também a expectativa de que Lula vá ao Egito acompanhado da deputada federal eleita Marina Silva (Rede), da senadora Simone Tebet (MS) e do ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim. A ex-ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira também deve integrar a comitiva do presidente eleito.