Na Itália, Bolsonaro homenageia militares brasileiros mortos durante a Segunda Guerra

Presidente disse estar "muito honrado pela primeira vez em solo italiano"; evento ocorreu no Monumento Votivo Militar Brasileiro

Da CNN

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou de uma cerimônia militar e religiosa em Pistoia, na Itália, nesta terça-feira (2).

O evento homenageou os militares brasileiros mortos durante a Segunda Guerra Mundial e ocorreu no Monumento Votivo Militar Brasileiro.

Em seu discurso, Bolsonaro disse estar “muito honrado pela primeira vez em solo italiano”. “Solo este que, neste momento, é sagrado para nós e onde rememoramos aqueles que tombaram em luta por aquilo que há de mais sagrado entre nós: a nossa liberdade.”

“Esta é a terra também de meus antepassados. Hoje um sétimo da população brasileira, 30 milhões de pessoas, tem origem italiana. Em 1943, um dever nos chamava: voltar para Itália e lutar pela liberdade”, disse.

“Assim 25 mil brasileiros cruzaram o Atlântico e para cá vieram. Dois anos depois quase 500 brasileiros aqui pereceram. Ouso dizer que mais importante que a própria vida é a liberdade”, completou o presidente.

Nesta terça-feira (1º), manifestantes protestaram contra Bolsonaro em Pádua, na Itália. O ato foi contra a visita do presidente à cidade italiana, onde ele pretendia ir à Basílica de Santo Antônio de Pádua.

Houve registro de confusão quando a polícia começou a dispersar os manifestantes com canhões de água.

Mais Recentes da CNN