Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Não é reação do mercado que vai mudar posicionamento de Lula, diz Edinho Silva

    Coordenador de campanha de Lula e prefeito de Araraquara (SP) diz não haver motivo para "nervosismo" do mercado

    Carolina Cerqueirada CNN

    O coordenador de campanha de Lula, Edinho Silva (PT), disse nesta sexta-feira (11) que a reação do mercado à fala do presidente eleito não vai “mudar efetivamente o posicionamento” do futuro governo.

    “Não é essa instabilidade gerada ontem que tem que mudar efetivamente o posicionamento. Ninguém é dono da verdade. Nós não somos, os investidores do mercado não são”, disse em entrevista à CNN.

    Edinho, que é prefeito de Araraquara (SP), destacou que “não há problema em se repensar posições”, mas que “não há motivos para todo o nervosismo que o mercado transpareceu”.

    “Há uma antecipação de uma instabilidade como se o governo Lula já tivesse tomado posse, como se nós já estivéssemos governando. O mercado está sofrendo por antecipação em um cenário que não vai existir. É impossível um governo liderado pelo presidente Lula perder as rédeas do gasto público”, afirmou.

    Pela manhã, o prefeito divulgou uma nota comentando a reação do mercado financeiro e defendendo uma gestão de “déficit calculado e administrável”.

    Equipe de transição

    Edinho ainda comentou sobre a composição da equipe de transição. Segundo ele, os nomes indicados não necessariamente estarão na composição do futuro governo.

    “Não significa, em hipótese alguma, que a equipe de transição será constituída por quem vai compor o governo. Conhecendo o presidente Lula, isso não tem a menor lógica, não tem a menor possibilidade”, colocou.

    *Com colaboração de Basília Rodrigues