Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Não vi com bons olhos, diz Marco Aurélio Mello sobre decisão do TSE que restringe cobertura de emissora

    Corte impediu a Jovem Pan de tratar de fatos envolvendo a condenação do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva

    Lucas SchroederLudmila Candalda CNN

    em São Paulo

    O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello afirmou, em entrevista à CNN nesta quinta-feira (20), não ter visto com “bons olhos” a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que impediu a Jovem Pan de tratar de fatos envolvendo a condenação do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva.

    “Se formos à Constituição, vamos ver que há um preceito segundo o qual a lei, nem mesmo a lei, pode criar qualquer embaraço à comunicação jornalística”, avaliou o magistrado.

    “O precedente é perigoso, no que se proibiu a Jovem Pan de lançar certos fatos antecipadamente e que pode se erradiar alcançando outros veículos de comunicação. A censura ficou no passado, na época do regime de exceção. A Constituição proíbe qualquer censura, seja qual for o objetivo”, argumentou.

    “A veiculação de inverdades deve ser combatida pela verdade, sobrepondo-se à notícia que é falsa a notícia que é verdadeira”, completou.

    Veja a íntegra da entrevista no vídeo acima.