“Nunca vi um presidente do Senado fazer o que Rodrigo Pacheco fez”, diz Tebet

Senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmou estar incomodada com discussão em promulgação da PEC dos Precatórios

Isabela Filardida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em conversa com o analista da CNN Caio Junqueira, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse estar muito incomodada com a discussão que teve com o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) na sessão de promulgação da PEC dos Precatórios que ocorreu nesta quarta-feira (8).

“Nunca vi um presidente do Senado fazer o que Rodrigo Pacheco fez, abrir espaço para discussão em uma promulgação em cadeia nacional de televisão”, afirmou.

Tebet também disse que o Governo não tinha votos para aprovar a PEC no Senado, e que ajudou a convencer quem era contra por causa de um acordo para que Pacheco não desvinculasse o espaço fiscal, para que ele fosse para a seguridade social e para o Auxílio Brasil.

Segundo ela, o senador concordou em promulgar a PEC sem desmembrar, mas sentiu que Arthur Lira estava um pouco “intransigente” em relação a esse acordo no Senado.

Ela chegou a falar a Pacheco que daria um cheque em branco para “fatiar”, desde que o acordo fosse cumprido e o espaço fiscal fosse para a seguridade.

No entanto, nesta quarta (8), Rodrigo Pacheco afirmou que Câmara e Senado não mudaram e que ele tem o direito de promulgar, o que quebra o acordo deles.

A senadora afirmou a Caio Junqueira que Pacheco foi indelicado e que “não foi um acordo de Plenário, foi um acordo de uma reunião de líderes em que o senador se comprometeu”

Tebet acredita que essa situação gerou uma “saia-justa”, e que é provável que a Câmara faça o que o Senado quer e não dê espaço fiscal para o pagamento de emendas.

Mais Recentes da CNN