Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pacheco vai acompanhar Lula na ONU e deve discutir sucessões na PGR e no STF

    Comitiva deve embarcar para os EUA no sábado (16)

    Lula e Rodrigo Pacheco durante evento
    Lula e Rodrigo Pacheco durante evento Lula Marques/Agência Brasil

    Gustavo UribeBrenda Silvada CNN

    em Brasília

    O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), deve fazer parte da comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que vai participar da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

    A viagem está prevista para começar no sábado (16). A participação foi confirmada pelo ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

    A expectativa é de que, durante a viagem, Lula trate com Pacheco sobre as sucessões na Procuradoria-Geral da República (PGR) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

    Lula pretende definir na próxima semana o sucessor de Aras. Em relação a Weber, a escolha pode ficar para novembro, segundo assessores presidenciais.

    O mandato do procurador-geral da República Augusto Aras se encerra no dia 26 de setembro. A ministra Rosa Weber completa 75 anos, idade da aposentadoria compulsória, no dia 2 de outubro.

    Em abril, Lula convidou Pacheco para viagem oficial à China. No destino, segundo aliados do petista e do senador, trataram sobre a indicação de Cristiano Zanin à Suprema Corte.

    A sabatina dos indicados para a PGR e para o STF ocorre na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal. Eles precisam ser aprovados pelo plenário da Casa Legislativa, votação marcada por Pacheco.

    Desde a transição, Lula costuma fazer elogios a Pacheco. Segundo assessores do governo, o petista considera o senador ponderado e moderado e gosta de ouvi-lo antes de tomar decisões.

    Veja também: Base de Lula e oposição se unem para aprovar urgência da minirreforma eleitoral