Para equipe de Guedes, Renan Calheiros mira presidência do Senado

Renan figurou como um dos principais articuladores da reaproximação entre o ministro da Economia e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

Integrantes da equipe econômica viram nas recentes movimentações do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para se reaproximar do ministro Paulo Guedes uma tentativa de buscar apoio para uma possível candidatura à presidência do Senado em 2021.

Leia mais:

“Em nenhuma hipótese”, diz Renan sobre candidatura à presidência do SenadoSenador Renan Calheiros tem alta hospitalar após tratamento de tumor no rim

Senador Renan Calheiros (MDB-AL) em entrevista para a CNN (08.set.2020)
Senador Renan Calheiros (MDB-AL) em entrevista para a CNN (08.set.2020)
Foto: CNN Brasil

A avaliação dominou as conversas de bastidores de auxiliares do Guedes ao longo da semana, após Renan figurar como um dos principais articuladores da reaproximação entre o ministro da Economia e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Secretários da equipe de Guedes avaliam que Renan busca uma relação mais próxima com chefe de equipe econômica porque entende que seria importante ter o apoio do ministro para uma eventual candidatura a presidente do Senado em fevereiro.

Aliados de Renan e interlocutores do atual presidente da Casa dizem, porém, que hoje o senador alagoano defende a recondução de Davi Alcolumbre (DEM-AP). A possibilidade de reeleição, porém, ainda depende do Supremo Tribunal Federal. 

Para auxiliares de chefe da equipe econômica, Renan tenta pavimentar o caminho para se apresentar como “plano B” de Alcolumbre, caso o STF proíba a reeleição. A corte deve julgar em breve uma ação do PTB que questiona essa possibilidade. 

Integrantes da equipe de Guedes ouvidos pela CNN ressaltam que uma eventual candidatura de Renan à presidência do Senado não enfrentaria resistências. “A impressão é de que Renan garante mais acordos”, afirmou à coluna um secretário do Ministério da Economia. 

Aliados do senador alagoano argumentam que ele se reaproximou de Guedes em razão do leilão para concessão dos serviços de água e esgoto na região metropolitana de Maceió, e do Pronampe, programa com linha de crédito para micro e pequenas empresas.

Em nota, a assessoria de imprensa de Renan afirmou que ele “não é e não será candidato” à presidência do Senado. Ressaltou também que o senador vem deixando claro que, ao promover a pacificação entre a política e a economia, procurou contribuir institucionalmente, como fez em ocasiões anteriores.

Mais Recentes da CNN