Partidos acionam TSE para cobrar explicações de Bolsonaro sobre supostas fraudes

O documento é assinado por Solidariedade, MDB, PT, PDT, PSDB, PSOL, REDE, Cidadania, PV, PSTU e PCdoB

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Onze partidos políticos se uniram para pedir à Corregedoria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre explicações em relação às supostas fraudes apontadas por ele no sistema de voto eletrônico.

O documento é assinado por Solidariedade, MDB, PT, PDT, PSDB, PSOL, REDE, Cidadania, PV, PSTU e PCdoB.

Nos últimos dias, Bolsonaro prometeu apresentar provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas. Na tradicional transmissão ao vivo que faz às quintas-feiras, no entanto, o mandatário afirmou que não seria possível comprovar que pleitos anteriores tiveram resultados burlados.

Urna eletrônica
Urna eletrônica do TSE
Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE

 

As siglas alegam que a transmissão foi um ato “estritamente político”  e com “com críticas expressas a partidos de oposição, deputados e senadores que se manifestam de maneira contrária aos interesses do presidente, seguido de inúmeras ofensas ao presidente do TSE [Luís Roberto Barroso].”

Ainda segundo os partidos, o presidente da convenceu “estranhamente” um “grande número de pessoas sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas”.

Mais Recentes da CNN