Partidos de centro-direita acompanham lançamento de Tebet à Presidência

Presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que a senadora tem 'qualidade ética, pessoal e história política' para se lançar na disputa

A senadora Simone Tebet no lançamento de sua pré-candidatura à Presidência pelo MDB
A senadora Simone Tebet no lançamento de sua pré-candidatura à Presidência pelo MDB Reprodução/CNN Brasil (8.dez.2021)

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

O lançamento da pré-candidata à Presidência da República pelo MDB, Simone Tebet, foi acompanhado de perto por presidentes de partidos e representantes da chamada centro-direita, que tentam viabilizar a terceira via nas eleições de 2022. Lideranças do PSDB, PSL, DEM e PSD estiveram presentes no evento, em Brasília, nesta quarta-feira (8).

Nos bastidores, Tebet é vista como um bom nome de candidata e também de vice, em uma eventual composição com outro candidato. Mas, no discurso, Tebet buscou fugir do papel de coadjuvante na disputa presidencial. “Sinto-me preparada para ser a nova presidente do Brasil”, destacou.

O PSDB, que recentemente lançou o governador de São Paulo, João Doria, ao Palácio do Planalto, esteve representado pelo presidente nacional da legenda, Bruno Araújo.

À CNN, o tucano afirmou que a candidatura de Tebet “é muito bem-vinda. Não só pela importância do partido, mas pela própria qualidade ética, pessoal e de história política de Simone”.

 

 

“É algo que deve ser estimulado, é a participação de uma senadora, de uma mulher nessa floresta permeada de candidaturas de homens. O papel de cada um dos partidos como nós, como Podemos, como MDB, é trabalhar essas candidaturas mantendo um ambiente de diálogo contínuo, como o que temos mantido junto com o União Brasil”, disse se referindo à aliança do PSL com o Democratas.

Araújo ressaltou ainda que caberá aos partidos ter “a paciência do tempo e do diálogo da convergência” para ver como a terceira via ficará à medida que houver uma redução no número de candidaturas dos partidos de centro.

A definição vai depender de conversas institucionais que vão além da vontade pessoal de cada candidato em seguir até o fim na disputa. O presidente do União Brasil, Luciano Bivar, afirmou à CNN, na saída do evento de Tebet, que marcou uma conversa para os próximos dias com o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi.

“O clima foi muito bom. Tebet fez um ótimo discurso. O MDB está de parabéns em apresentar opção de extrema competência. Nós temos conversado muito. Cabe aos partidos dessa frente democrática estarem alinhados, com discurso debaixo do guarda-chuva institucional”, disse.

Mais Recentes da CNN