‘Partidos de centro precisam ter um rosto’, diz cientista político

Carlos Melo avalia que tanto Bolsonaro quanto Lula "olham para o passado"

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Os partidos de centro devem apresentar um nome para as eleições presidenciais de 2022 em vez de assistir à disputa entre Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já em curso. Essa é a avaliação do cientista político e professor do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) Carlos Melo em entrevista à CNN.

“A eleição começou e é muito cedo para dizer que esse jogo está jogado e só tem duas candidaturas. Muita coisa pode acontecer, temos que esperar. O Centro precisa se posicionar logo, resolver logo suas idiossincrasias e ter um rosto”, afirma.

Ele aponta pontos em comum entre o ex e o atual presidente da República. “Parece que tanto um quanto outro olham para o passado: Lula vendendo os bons tempos do seu governo, quando de fato o Brasil chegou à sexta economia do mundo, e Bolsonaro indo mais atrás ainda, voltando ao tempo dos governos militares. O mundo tem se transformado, temos a pandemia, e nossa questão não é o passado, é o futuro”. 

O cientista político Carlos Melo (10.mar.2021)
O cientista político Carlos Melo (10.mar.2021)
Foto: Reprodução/CNN

 

 

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN