Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PF vai incluir foragidos do 8/1 em lista de procurados da Ameripol

    Rede de polícias das Américas tem uma rede chamada Anfast para prender fugitivos

    Vândalos atacam as sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro de 2023
    Vândalos atacam as sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro de 2023 08.jan.2023 - Reuters/Antonio Cascio

    Elijonas Maiada CNN Brasília

    A Polícia Federal (PF) vai incluir os nomes dos 48 foragidos do 8 de janeiro já identificados na Argentina na lista de procurados da Ameripol, a rede de polícias das Américas.

    A Ameripol tem uma rede chamada Anfast, que é a Rede de Equipes de Busca Ativa de Fugitivos da Ameripol. Segundo disseram integrantes da PF à CNN, a função da rede é conectar as equipes de busca de foragidos dos países membros da Ameripol.

    O total de 48 são nomes já encontrados pela PF dentro dos alvos de prisão da operação da semana passada. Os investigadores ressaltam, porém, que o número de foragidos no país vizinho pode ser maior.

    Além da Ameripol, para prisão, a PF vai pedir a extradição dos foragidos de volta ao Brasil.

    A suspeita é que os acusados entraram na Argentina escondidos em carros após quebrarem tornozeleiras eletrônicas que usavam.

    O processo de extradição, se aceito pelo governo argentino, precisa passar pelo Ministério da Justiça no Brasil e no Itamaraty, além do Supremo Tribunal Federal (STF).

    Na quinta-feira passada (6), a PF realizou uma operação em 18 estados e no Distrito Federal para capturar foragidos no âmbito da operação Lesa Pátria, que investiga os ataques de 8 de janeiro do ano passado, quando as sedes dos Três Poderes foram vandalizadas.

    Ao fim do dia, 50 pessoas foram presas e mais de 100 não foram encontradas. A PF então busca outras alternativas para encontrar todos os suspeitos.