Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Planalto avalia nomes para relatar marco fiscal no Senado

    Parlamentares de partidos como MDB, PSD e União Brasil são cogitados para assumir o trabalho após a aprovação da regra na Câmara

    Omar Aziz (PSD-AM) é um dos nomes que poderia ser o relator do marco fiscal no Senado
    Omar Aziz (PSD-AM) é um dos nomes que poderia ser o relator do marco fiscal no Senado Pedro França/Agência Senado

    Caio Junqueira

    O Palácio do Planalto avalia quatro nomes para relatar o marco fiscal no Senado.

    O mais cotado para assumir a função é o senador Omar Aziz (PSD-AM), que foi presidente da CPI da Pandemia. Segundo os aliados dele, integrantes do governo inclusive já o consultaram sobre essa possibilidade.

    Além de Aziz, também estão sendo avaliados o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM); o líder do PSD no Senado, Otto Alencar (BA); e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre (União-AP).

    Cálculos iniciais do governo apontam para uma aprovação tranquila do arcabouço no Senado com apoio de pelo menos 60 dos 81 senadores.

    O texto-base do novo marco fiscal foi aprovado na noite de terça-feira (23) na Câmara dos Deputados, com 372 votos a favor, 108 contra e uma abstenção. Outros 28 parlamentares não compareceram à sessão para votar.