PSDB retoma mobilização para prévias; PL terá filiação de bolsonaristas em fases

Pré-candidatos tucanos acionam apoiadores para votação no fim de semana; já aliados de Bolsonaro preparam adesão a novo partido em diferentes momentos

Renata AgostiniDaniela Limada CNN

Em Brasília e São Paulo

Ouvir notícia

Com a confirmação pelo PSDB de que a votação para escolher o candidato do partido à Presidência será retomada neste sábado (27), os principais postulantes ao posto dispararam de imediato a retomada da mobilização de apoiadores.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse ao podcast Horário de Brasília que estava dedicado a telefonar pessoalmente a parte dos filiados, convocando-os para a votação. Segundo o gaúcho, ele contatou cerca de 100 prefeitos e vice-prefeitos desde a noite de quinta-feira. “Vamos ao voto”, afirmou. Leite disse também que alguns detalhes sobre a consolidação dos votos ainda teriam de ser acertados. “Mas confio que tudo será superado”, acrescentou.

O governador de São Paulo, João Doria, comemorou a decisão. “Vamos às urnas e à votação. Democracia é no voto”, disse ao Horário de Brasília. A equipe dele acionou a estrutura de mobilização e traçou como meta colocar todos os apoiadores para votar até o meio-dia deste sábado. A pedido do presidente do PSDB, Bruno Araújo, o horário de votação foi estendido e será permitido registrar votos até às 17h. A equipe de Doria concordou, mas quer agilidade e está chamando os apoiadores para registrarem os votos logo cedo.

A confusão em torno da votação, que deveria ter ocorrido no fim de semana passado, fez com o que o tucano que serve de símbolo do PSDB fosse escolhido a “Figurinha da Semana” deste episódio do Horário de Brasília.

Mas não é só de PSDB que se faz uma tentativa de terceira via. Enquanto a legenda luta para decidir seu candidato, o presidente Jair Bolsonaro confirmou sua filiação ao PL. A cerimônia ocorrerá no dia 30 de novembro. O senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente, filia-se no mesmo dia. Porém, os bolsonaristas do Congresso farão a migração ao PL em fases.

Uma primeira leva vai encorpar os quadros da nova legenda do presidente da República após a confirmação da fusão entre DEM e PSL. Uma segunda leva vai esperar o fim da janela partidária, em abril do ano que vem. Isso porque há acordos que deputados bolsonaristas esperam se concretizar na retomada do Legislativo, como indicação para a presidência de comissões.

Neste episódio do Horário de Brasília, Daniela Lima e Renata Agostini também detalham a manobra que está sendo articulada pelo Congresso para manter em sigilo o destino dos recursos bilionários das chamadas “emendas de relator” nos últimos dois anos. A votação da mudança nas regras desse tipo de gasto, uma exigência do Supremo Tribunal Federal (STF), está prevista para a próxima semana.

Apresentado por Daniela e Renata, o podcast é transmitido ao vivo e com vídeo no site da CNN Brasil e no canal da emissora no YouTube, às sextas-feiras, a partir de 12h30. Depois, os episódios podem ser acessados on demand nas principais plataformas de podcast: Apple Podcasts, Spotify, Amazon Podcasts e Deezer.

Confira também os outros podcasts da CNN Brasil, e inscreva-se no canal no YouTube.

Mais Recentes da CNN