Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Prioridade do PSD é a candidatura de Eduardo Leite, diz Kassab

    "Meu sentimento é que tem grandes chances de ele aceitar o convite e ser o nosso pré-candidato e posteriormente candidato a presidente da República", informou presidente do PSD à CNN

    Douglas PortoCaio JunqueiraElis Francoda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O presidente do Partido Social Democrático (PSD)Gilberto Kassab, declarou nesta sexta-feira (11), em entrevista à CNN, que a prioridade da legenda é contar com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), como pré-candidato à Presidência da República.

    “Agora o PSD continua com sua definição e diretriz. Nós vamos ter candidatura própria. A nossa prioridade é a candidatura do Eduardo Leite. Todos sabem, é público, ele foi convidado a refletir sobre essa candidatura”, afirmou Kassab.

    “Meu sentimento é que tem grandes chances dele aceitar o convite e ser o nosso pré-candidato e posteriormente candidato a presidente da República”, continuou.

    Leite foi superado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nas prévias dos tucanos para escolha do concorrente ao Palácio do Planalto, em novembro do ano passado.

    Segundo informações do analista de política da CNN Caio Junqueira, o governador gaúcho só irá retomar as negociações para uma eventual migração para o PSD na próxima semana. Ele está cumprindo uma agenda de compromissos nos Estados Unidos, com retorno previsto para a próxima segunda-feira (14).

    O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), desistiu, na última quarta-feira (9), de sua pré-candidatura.

    No anúncio, ele indicou que terá de “conduzir o Senado para a tão desejada recuperação e reconstrução desse país”. “O cargo a mim confiado está acima de qualquer ambição eleitoral, meus compromissos são urgentes, inadiáveis e não compatíveis com vaidades”, continuou o presidente da Casa.

    “Por isso, afirmo que é impossível conciliar essa difícil missão com uma campanha presidencial. O presidente do Senado precisa agir como um magistrado, conduzindo os trabalhos com serenidade, equilíbrio e isenção, buscando consensos possíveis em nome do melhor para o país. O que é incompatível com um embate eleitoral nacional, por mais civilizado que seja o processo.”

    Segundo Kassab, o PSD “acabou virando uma página nesse processo eleitoral” com a decisão de Pacheco, que “chegou a conclusão que as sua responsabilidade à frente do Senado eram incompatíveis uma plena dedicação à pré-campanha.”

    CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

     

    Mais Recentes da CNN