Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Quem são os especialistas convidados à CPI da Pandemia na próxima quarta (2)

    Estão previstas participações de Clovis Arns, Zeliete Zambom, Francisco Cardoso Alves e Paulo Porto de Melo

    Da esquerda para a direita, Clovis Arns, Zeliete Zambom, Francisco Cardoso Alves e Paulo Porto de Melo
    Da esquerda para a direita, Clovis Arns, Zeliete Zambom, Francisco Cardoso Alves e Paulo Porto de Melo Foto: Divulgação/SBI; Reprodução/Facebook; Jane de Araújo/Agência Senado e Reprodução/Instagram

    Anna Satie, da CNN em São Paulo

    Ouvir notícia

    Quatro especialistas foram convidados a comparecer à CPI da Pandemia na próxima quarta-feira (2) para falar sobre as medidas e protocolos médicos usados no combate à Covid-19 no país.

    São os médicos Clovis Arns da Cunha, Zeliete Zambom, Francisco Cardoso Alves e Paulo Porto de Melo.

    A participação de outros profissionais está prevista para a semana seguinte, no dia 11.

    Conheça o currículo dos convidados:

    Clovis Arns da Cunha

    O presidente da SBI, Clovis Arns
    O presidente da SBI, Clovis Arns
    Foto: Divulgação/SBI

    Clovis Arns é o atual presidente da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) e é professor de Infectologia na UFPR (Universidade Federal do Paraná). De acordo com o currículo lattes dele, essa é a mesma universidade em que ele se graduou e se tornou mestre em Medicina Interna. Ele é especializado em doenças infecciosas pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos.

    Arns também é chefe do serviço de Infectologia do Hospital Nossa Senhora das Graças e diretor médico do Centro Médico São Francisco.

    Em julho do ano passado, Arns e outros nove infectologistas assinaram uma carta em que recomendam que a hidroxicloroquina seja abandonada no tratamento de qualquer fase da Covid-19, e que municípios, estados e o Ministério da Saúde deveriam reavaliar as orientações de tratamento da doença.

    Zeliete Zambom

    Zeliete Zambom
    A presidente da Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade, Zeliete Zambom, em entrevista à CNN
    Foto: CNN (4.mar.2021)

    Zeliete Zambom é presidente da SBMFC (Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade), professora e coordenadora do internato em medicina da família da Faculdade São Leopoldo Mandic, em Campinas (SP).

    Ela é mestra em Ciências da Saúde pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) com uma tese sobre a necessidade da medicina da família no SUS (Sistema Único de Saúde).

    No requerimento em que pede o convite da médica, o senador Humberto Costa (PT-PE) argumenta que ela “conhece a situação brasileira e as políticas públicas que deveriam ter sido aplicadas. Por ser gestora e/ou médica, acadêmica e cientista de grande respeitabilidade nacional e internacional, certamente contribuirá para que os integrantes desta Comissão possam avaliar os fatos com a profundidade que merecem”.

    Francisco Cardoso Alves

    Francisco Eduardo Cardoso Alves
    O diretor-presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social, Francisco Eduardo Cardoso Alves
    Foto: Jane de Araújo/Agência Senado (30.abr.2019)

    Francisco Eduardo Cardoso Alves é especialista em Infectologia pelo Instituto Emílio Ribas e diretor-presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP).

    Ele é um dos coautores da nota informativa do Ministério da Saúde que dava orientações para o tratamento precoce da Covid-19, publicada em agosto de 2020, com medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, que foi retirada do ar recentemente.

    O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que assina o requerimento pedindo a presença de Alves, diz que o médico possui “ampla experiência na área clínica em doenças infectocontagiosas, parasitárias e tropicais”, além de já ter atuado como intensivista em hospitais da rede pública e privada.

    Paulo Porto de Melo

    Neurocirurgião Paulo Porto de Melo
    Neurocirurgião Paulo Porto de Melo
    Foto: Divulgação

    Paulo Mácio Porto de Melo é mestre em Ciências Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficial, graduado em medicina e especialista em neurocirurgia pela Unifesp, além de presidente do departamento de Neurocirurgia Vascular e do Departamento de Defesa Profissional da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia.

    Em entrevista à rádio Jovem Pan em janeiro deste ano, ele se disse contra a obrigatoriedade da vacina contra Covid-19 e alegou que os efeitos colaterais da Coronavac poderiam ser piores que contrair a doença causada pelo novo coronavírus.

    O médico publicou na sua conta do Instagram uma mensagem de apoio à secretária de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde Mayra Pinheiro, que depôs na CPI da Pandemia na última terça-feira (25).

    Mais Recentes da CNN