Radar Político: cresce pressão por compra de vacinas e plano de vacinação

Governador do Maranhão, Flávio Dino, entrou com ação no Supremo Tribunal Federal para garantir compra diretamente de órgãos internacionais

Da CNN

Ouvir notícia

No quadro Radar Político, da CNN Rádio, desta terça-feira (8), Caio Junqueira, Igor Gadelha e Fernando Molica comentam a pressão dos governadores sobre o governo federal para um plano nacional de vacinação contra a Covid-19 e pela compra de possíveis vacinas para a população brasileira.

“O governador de São Paulo anunciou que pelo menos oito estados já estavam em negociação com o governo do estado e o Butantan para adquirir a Coronavac. Eu apurei que já são nove: Acre, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul”, detalhou o analista Igor Gadelha.

Leia e assista também:

Reunião com governadores tem tensão entre Doria e Pazuello

‘É crítico abrir mão de avaliação’, diz gerente da Anvisa sobre pedido de Dino

O jornalista destacou a ação do estado do Maranhão. “O governador Flávio Dino anunciou, pelas redes sociais, que entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal pedindo autorização para que o Maranhão possa comprar vacina diretamente de órgãos internacionais, sem que essa vacina seja registrada pela Anvisa”, explicou.

Fernando Molica relembrou que a decisão de Dino havia sido antecipada pelo governador. “Ele se baseia em uma lei federal que foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, a lei 13.979. Ela determina que, para o enfrentamento dessa emergência sanitária, as autoridades poderão adotar medidas”, disse Molica.

Dentre as ações autorizadas pela lei, estão a autorização excepcional e temporária para a importação e distribuição de quaisquer materiais, medicamentos, equipamentos e insumos da área da saúde sujeitos à vigilância sanitária, sem registro na Anvisa, considerados essenciais no combate à pandemia.

O jornalista destaca que a única condição para a importação de tais produtos é que tenham sido aprovados por, pelo menos, uma das agências de regulação dos Estados Unidos, ou Europa, ou Japão, ou China.

Cartela Radar Político - Rádio CNN
Caio Junqueira, Igor Gadelha e Fernando Molica comandam o Radar Político, na Rádio CNN
Foto: CNN Brasil

Mais Recentes da CNN