Renan Quinalha: Pesquisa mostra falta de representatividade LGBTQIA+ em candidaturas

Especialista CNN em diversidade defende importância de grupos vulnerabilizados terem representantes no Legislativo: "Sem diversidade não há democracia"

Murillo Ferrarida CNN

Ouvir notícia

Renan Quinalha, Especialista CNN em diversidade e questões sobre a comunidade LGBTQIA+, falou neste sábado (21) sobre uma pesquisa que mostra a falta de representatividade nas candidaturas políticas.

Segundo Quinalha, os dados divulgados pela a organização VoteLGBT indicam também que as candidaturas LGBT sofrem muito mais ameaças, perseguições e discriminações.

“49% das candidaturas LGBT foram discriminadas e sofreram ameaças relacionadas à orientação sexual; e 29% sofreram ameças decorrentes da identidade de gênero das candidatadas e candidatos”, disse o Especialista CNN.

Ele falou ainda sobre outro dado da pesquisa: o subfinanciamento dessas campanhas por parte próprios partidos.

“Tudo isso mostra a importância de que haja políticas afirmativas e a gente tenha representação mais qualificada nos espaços de poder”, afirmou.

“Sem diversidade não há democracia. Precisamos que esses grupos vulnerabilizados sejam eleitos e eleitas e possam fazer trabalho de representação política sem ameças, sem discriminação, com apoio dos partidos e da Casas legislativas.”

Mais Recentes da CNN